É incrível o número de pessoas que desistem do Marketing de Rede sem nem ao menos ter tentado fazer o trabalho de forma profissional. Eu falo em meus treinamentos que desistir faz parte da vida e isso não é um grande pecado. Você pode desistir de algo e ainda assim sair de cabeça erguida sabendo que deu o seu máximo. O grande problema é quando você desiste de algo que pode mudar completamente a sua vida, sem ter dado o seu melhor. Eu não conseguiria dormir sabendo que deixei passar uma oportunidade de mudar a vida da minha família por que eu simplesmente não dei o meu máximo.

Abaixo eu falarei sobre alguns dos motivos que levam as pessoas a desistirem de trabalhar no Marketing de Rede e talvez isso sirva para você se prevenir de realizar uma auto-sabotagem e para que possa alertar a sua equipe. Vamos la:

  • Imediatismo:

Sem dúvida é um dos principais motivos que levam as pessoas a desistirem do Marketing de Rede. As pessoas querem mudar de vida rápido e não percebem que precisam passar por um processo.

As pessoas no mercado tradicional estudam por anos no colégio, depois por mais uns 5 anos cursando uma faculdade, sem contar período de especializações, mas fazem isso com satisfação, pois sabem que tudo isso faz parte de um processo necessário para atingir o ápice daquela carreira.

Porém, quando entram no Marketing de Rede as coisas se invertem e elas acham que a pessoa precisa ganhar uma grande soma de dinheiro já nos primeiros meses, pois se não for assim o negócio não funciona.

Elas logo comparam com o mercado tradicional e pensam no ganho fixo que um assalariado recebe. Não percebem que aqui elas estão trabalhando para construir algo gigantesco e que poderá garantir uma total liberdade financeira e obviamente isso não ocorre do dia para a noite.

Na minha opinião, isso se deve ao fato de grandes líderes do mercado venderem uma imagem que é algo fácil e simples bater metas.

Ah, o líder X bateu Diamante em 15 dias. O líder y se tornou Esmeralda em 1 semana.

Relatos como esses fazem com que as pessoas pensem que isso é o normal e extremamente simples, e elas usam esses casos como referência para as suas próprias metas e quando não conseguem chegar nem perto disso, elas entendem então que o negócio realmente não é para elas.

Ninguém fala para essas pessoas que esses casos são verdadeiras exceções e que não devem ser usado como parâmetro para medir o desenvolvimento de ninguém. As pessoas não falam que quem consegue bater essas metas tão rápido assim é por que geralmente já trabalham a muitos anos nesse segmento e já tinha muita experiência.

Então a minha dica para combater o imediatismo é ao entrar em uma nova empresa assuma um compromisso de trabalhar com dedicação e profissionalismo por 2 anos. Não menos que isso: 2 ANOS! Eu garanto que nesse período se você se dedicar em aprender a fazer o trabalho da forma correta, você já estará se tornando um verdadeiro profissional do segmento e com grandes resultados.

 

  • Problemas com a linha ascendente:

Muitas pessoas acabam entrando em uma empresa com pessoas que não são verdadeiros líderes e não estão dispostos a ajudar a equipe a ter um grande resultado.

Isso é algo que faz muitas pessoas desistirem do Marketing de Rede. Eu pessoalmente quando entrei na minha primeira empresa de Marketing Multinível não tive suporte do meu patrocinador e acabei tendo atrito com ele e quando eu imaginava que ele ganharia bônus pelo trabalho que eu iria produzir isso me deixava angustiado e com vontade de desistir.

Porém, eu comecei a ver o quão pequeno era esse pensamento. Eu tinha que pensar em mim e na minha família. Era pela tropa que eu levantava todas as manhãs para trabalhar e não seria um patrocinador ausente que iria estragar os meus planos. Esse era um típico pensamento de quem está iniciando no negócio, não percebem que o negócio começa dele para baixo. Se não tem um líder acima para dar o suporte para a sua equipe, TORNE-SE ESSE LÍDER!

Então eu comecei a procurar no google artigos e dicas que pudessem me ajudar a entender mais como funcionava esse mercado e assim poder aprender técnicas para realizar convites, fechamentos e o conceito de duplicação.

Foi até devido a essa experiência que surgiu a vontade de criar o https://www.multinivel-brasil.com pois eu sei que existem muitos “órfãos” nesse mercado. Pessoas que tem o desejo de crescer, mas não tem as informações necessárias para isso.

Então JAMAIS desista por causa dessas pessoas. Se você se deixar abalar por conta de péssimos líderes você já perdeu. Pratique o autopatrocínio, torne-se o líder que sua equipe precisa e a sua vitória será ainda maior.

  • Falta de foco

Para você atingir o seu objetivo você precisará manter sempre o foco no resultado final. Acredite, no meio do percurso irão aparecer bastante distrações para você, e se não estiver 100% focado em seu negócio, você acabará seguindo outros caminhos que só irão atrapalhar a sua vida.

O nosso mercado tem crescido bastante e com isso novas empresas surgem todas as semanas. Cada vez com uma proposta mais incrível, com um plano de marketing que paga mais, com produtos inovadores e todo um marketing que vai fazer você acreditar que a sua empresa não é mais suficiente para você. Vai fazer você achar que esse novo negócio é melhor e que você deve desistir da sua antiga empresa para se cadastrar nessa nova.

O grande problema disso, é que depois de algum pouco tempo você irá se deparar com o “novo melhor negócio do Brasil” e fará você repetir o processo de mudar de empresa acreditando que está indo para um negócio melhor.

Com isso o tempo vai passando e você não sai do lugar. Ao entrar em uma empresa, você deve assumir o compromisso de chegar no topo dessa empresa, sem olhar para o vizinho. Lá o jardim sempre parecerá mais florido, mas sabemos que a realidade não é assim.

 

  • Auto-disciplina

Esse tópico poderia ter sido mencionado junto com o foco, pois o conceito é o mesmo, porém, tamanha é sua importância que decidi falar de forma específica sobre a auto-disciplina.

A grande maioria das pessoas tem a mentalidade de empregado e está preparado para cumprir ordens, afinal, isso é o que é exigido no mercado tradicional. Ter um patrão dizendo o horário que você entra, horário de almoço, quando está liberado, qual o serviço você fará… E aí quando entra em um negócio de Marketing de Rede ela se torna dona de seu próprio negócio e fica completamente perdida.

Eu, por não ter alguém controlando o meu horário, estava sempre deixando o meu negócio em segundo plano. Por exemplo: digamos que eu esteja preparado para passar essa tarde trabalhando no meu negócio de Marketing de Rede e aí eu recebo um convite qualquer para fazer algo agradável naquela tarde o meu pensamento era “ah, dane-se, aqui eu posso fazer o meu próprio horário. Depois eu compenso”. Eu nunca compensava.

Mas mesmo que eu compensasse, o mal já estava feito. Você já enviou uma mensagem para você e para todo o universo que o seu negócio está em segundo plano. Não tem como esperar um resultado profissional agindo dessa forma. Você não pode tratar o seu negócio dessa forma e esperar ter um grande resultado.

Ser dono do seu próprio negócio não é sinônimo de trabalhar quando quer ou do jeito que quiser. Muito pelo contrário, você precisa ter ainda mais responsabilidade, pois está trabalhando em um negócio que é seu. Por que quando o trabalho é para os outros você se dedica mais? Isso não faz sentido algum.

Já imaginou se no dia que você deixou de trabalhar fosse o dia em que teria encontrado aquele grande líder que iria fazer a sua equipe decolar, mas infelizmente você jamais ficou sabendo pois preferiu passar o dia tomando uma cerveja na praia ou jogando um futebol com os amigos? Pois é, a vida adora aprontar esses caprichos com a gente.

Você precisa assumir um compromisso com o seu negócio. Se você determinou que vai trabalhar naquele horário então trabalhe. Tenha a disciplina necessária para fazer o que precisa ser feito.

 

  • Hábito

Nós vivemos em uma sociedade onde desistir já se tornou algo normal. Nós desistimos de tudo. Trabalho, regime, relacionamentos, faculdade, sonhos…

A pouco tempo atrás eu conversava com um rapaz da minha equipe e percebia como ele tinha uma visão negativa de tudo em sua volta. Tentei trabalhar esse aspecto junto com ele, mas a sensação que me passava era que ele estava torcendo para que algo de ruim acontecesse em seu negócio para que ele tivesse a desculpa para desistir.

Muitas pessoas não percebem, mas acabam agindo da mesma forma. Ficam esperando alguma desculpa para justificar a sua desistência. Colocam a culpa na empresa, no mercado, na cidade onde mora, na equipe…

Desistir já se tornou parte da rotina e se não mudar o mindset provavelmente passará a vida dessa forma e perdendo assim grandes oportunidades.

Como eu disse no início, desistir faz parte da vida, porém, jamais fazer disso algo cotidiano. Você não pode se acostumar e aceitar isso. Se estiver para desistir de algo em sua vida, você precisa parar e analisar se realmente é a única alternativa. Se ainda tem condições de mudar, então o momento de desistir ainda não chegou.

 

Ah e nunca esqueça de ler um bom livro. Algumas sugestões são os livros: